eXTReMe Tracker

24 de agosto de 2009

Compondo curvas

Fá Ré Sol
A B D

e essas notas se movendo ao seu redor.
O seu olhar é pura música.
Suspiro.
Olhos nos olhos.
Escuto os sentidos.
Trans-sinestésico rodar em você.
Ah
!
Mas as paredes tem ouvidos...
e surdos estão os corações.
Não importa.
Além, vale.
Você tateou aquilo comigo?
E por isso palavras?
E agora, mais que desejo.
O que fazes? Pensas em mim.
Mais... Em
dois, em um...
Seja
lá como for; eu leio estrelas em você.
Estamos
juntos?
Seja lá como for.

Integre-me.
São flocos de algumas partes do todo.
Quando juntas, são mais, se sabem; e sabem quando não devem mais estar.
Corpos se encostam.
Cumpridas almas.
Eu te quero, você agora sabe.
Permeia e já me penetra.
Quando nossos corpos se encostam, as estrelas cadentes se propulsionam aos desejos de tantos...
Nossas peles, exalam sabores, misturados, degustam cores.
Te vejo lá fora.
Sentindo-te bem dentro de mim.
Um beijo agora sintas, leve como brisa, antagonicamente, intenso em febre cabalística.
Nos cabemos.
Encaixe.
E você sentindo tudo isso.
Assim como a lua me disse...
e os sonhos doces...
Nos encontramos neles, despertos ou dormidos.
Para mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário