eXTReMe Tracker

24 de agosto de 2009

Entre momentos

Delírios anoitecidos

A noite em vão.

Ignorantes ignoram e ainda tentam ser perspicazes.

Pobres...

Sofra de seu sofrer e ignore que ele não faz sentido a mim.

Ainda mais evidente em sua nobre face, sua pobreza de espírito.

Não me interesso, não se interesse.

O céu continua cheio de estrelas e você enxerga se limitando sem ter idéia do composto.

É tudo uma grande obra e suas palavras de ofensa não cabem em um coração; que dirá em um universo.

Não te conheço, agora quero menos.

Não te respeito.

Para mim, você não existe.

E não faz diferença o que pensas de tudo e qualquer coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário