eXTReMe Tracker

29 de dezembro de 2009

Terra de ferro

Não os deixe em seus mundos autistas.

Fale com eles, quando se refere a estes.


A árvore maltratada destoava em meio aqueles prédios.

Marcada e cansada, quase cimentada, com cores quase não naturais, era como uma chorona.


Já havia sangrado e lutava para respirar, se via.

Cúmplice daquela rua e daqueles céus, observava tudo que por ali passava atentamente.


Se prevalecem os ¨ditos¨mais fortes mediante a pressão aguda, esta seleção intervém para eliminar os que são ¨livres¨.

Anular os que permanecem.


Quem são os derrotados?

Faz tempo desisti do complexo composto pomposo da competição.


Vômito e pigarro gripal.

A seleção natural não é isso...


Aliás, de natural, nada há nisso.

Baixo a hierarquia das coisas, me demiti e fui treinar a dança que me inspira.


Me pendurei naquela árvore; ele me viu aplicando minha recordação de criança e quis me comprar com um sorriso desgraçado.

Mas a pirâmide só existe na memória vil de quem escolhe.


Já desabei e minha voz não gagueja:


- Farei amor com essa árvore mas não vou trepar com você.


Olhos bem ditos.


27/12/09

Nenhum comentário:

Postar um comentário