eXTReMe Tracker

3 de fevereiro de 2010

Remetente

Fumando pelas ruas como ele fazia…¨Crazy ¨...


A voz dela me traga:

¨Deixa de ser ridícula e fuma que nem gente!¨


Mas meu, não! Estou fadada a ser um Bob Dylan ¨versão feminina¨, esse charme está no meu caráter, esse charme meio masculino, e aliás, o sabor do tabaco é tão mais gostoso quando apertado entre o indicador e o dedão...


Olha só, escorre sangue do meu dedo e nem ligo, aliás, aprecio esse vazamento vivo, já secou.


Balde de café e energético apavorando o meu coração.


É tal efeito como:

Dar pauladas no lombo de porco para romper as fibras...


Fulgáz, o coração.


Pronto pra parar, me parece que podem apertar o ¨reset¨ a qualquer instante.


E se puder começar de novo, não sei se eu quero.


¨Dejá vú¨


Qual é a profissão de hoje à noite?


Hoje, sou ¨bartender¨


E se riem de mim, tudo o que me ocorre é que aquela cagada mole que escorregou da bunda do breaco no beco escuro, quando se juntou com o vômito do próprio, vale mais do que risadinhas subordinadas.


Livre de pré-julgamentos, sem mesclar a cultura das coisas, das pessoas, do contexto, digo:


- Um arroto (Ação)


Sigo acreditando que posso fazer tudo, tudinho. Mas não adianta tudo querer... Oligarquia anárquica!


Soa a procedência da formação do sentido das palavras...?

Auto-filologia.

Estão, as palavras, lançadas no abismo que se expande em desconstruir.


Não, não quero me comunicar, estou no meu momento autista e caso alguém me escute falando, me refiro as minhas outras personalidades, ou, essas se referem a mim.


Não tenho competência nem vontade de dirigir nada nem ninguém...AFE, NÃO QUERO ISSO.


Caminhos, ¨caminha¨ agora te dou um valor danado, como dou a muitas outras coisas que não tenho quando quero.


¨É dura a vida de...¨

Eu dizia e antes de terminar ele falou:


- Espera 10 anos mais...


Não acredito no que ele acredita e, minha sentença inteira era:


¨É dura a vida de imigrante¨.


E não estava falando sério...Não para mim.

Não gosto de competições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário