eXTReMe Tracker

19 de janeiro de 2011

Pseudo pessoas

Olha ele sentado aí...
"Ninguém vê".

Ele batuca com o dedo indicador na caixa de "din din" cada vez que "um" desce.

O moço tem carisma e observa várias dimensões através da janela.

O maior contador de histórias e todas elas estão boiando em sua cabeça...

Batuca outra vez; dessa vez alguém saiu do ônibus, simultaneamente outro atravessou a catraca... -

Ninguém olha nos olhos, ninguém sequer diz "olá"...

" Viu, vocês são legais, tão bem arrumadinhos aí...mas somos todos iguais, boa noite." (Era dia)
Os mais sorridentes sempre são os mais fudidos...!

Era uma vez, um cobrador de ônibus.
Magriiinho, quase definhando na própria carne esquecida.

E quanto mais automatizam tudo, ainda há "ninguém" quem reclame das " vozes eletrônicas", comandos automáticos...deixe sua mensagem...

"Sorria, você está sendo filmado por outro sorriso!"

Dá pra ignorar isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário