eXTReMe Tracker

18 de março de 2011

gota d'água

Nú crepitar da madeira
Vento uivando na porta

A falta do que não sobra
Na ostia de um sacerdote

No pudor da linguagem mamada
Garrafas de vinho quebradas
E sangue do aborto em lágrimas

Gotejos ostensivos em misericórdia
Formam cápsulas que transformam a física quântica
Em acesso nu ao esquecimento

A fita rebobina

E toca outra vez sem ninguém
Dar- se conta

Nenhum comentário:

Postar um comentário