eXTReMe Tracker

2 de abril de 2014

MARCO

Ah noite minha, oh noite niña
Não é mais março, mais nenhum laço
Espalho um "calo"
Disperso e falho

Quantas rodas a girar
Ponteiros a dispersar
Nuvens a desenhar
Até o sol voltar

Tempestade amiga
Se faz querida
Cinza e só
Ruínas e nós

Em tinto céu
Irrompo em fel
Caso com o acaso
Fiascos e fatos

Oh Deusa rainha
Tardia fonte de bela fronte
Me segregue da pureza que meu destino fia